O que fazer quando nos sentimos perdidos? ūüćÉ

O que fazer quando nos sentimos perdidos? ūüćÉ

2020 tem sido um ano atípico em muitos sentidos. A pandemia obrigou ao confinamento e a uma alteração profunda na forma como vivemos, comunicamos e interagimos com o mundo.
A par de outros terapeutas e profissionais de sa√ļde mental, este ano fui sendo contactada por pessoas que se sentem completamente perdidas e sem saber como lidar com este ‚Äėnovo normal‚Äô que nos continua a trazer tanta incerteza e receio.

Se a conjuntura actual também te tem feito sentir em baixo e sem rumo, este post é para ti! Continua a ler para saberes o que fazer quando te sentes perdido.

 

Dá um nome àquilo que sentes

 

Para aceitares a situa√ß√£o em que te encontras agora, √© importante, em primeiro lugar, dar um nome √†quilo que est√°s a sentir. Come√ßa por fazer perguntas a ti pr√≥prio, analisando os teus pensamentos ‚Äď estou zangado, ansioso ou triste? Qual o termo que melhor descreve aquilo que sinto neste momento?

Se for preciso, podes at√© ir mais longe e investigar se houve alguma situa√ß√£o, em particular, que desencadeou o (re)surgimento deste mal-estar. Por vezes as coisas mais insignificantes podem voltar a afectar-nos, ou relembrar-nos de feridas emocionais passadas. S√™ paciente contigo mesmo e reserva algum tempo para digerir as emo√ß√Ķes que te surgem nesta fase.

 

Escreve sobre o que te preocupa

 

A escrita confessional, ou de diário é uma estratégia muito prática para exteriorizar pensamentos e ajudar a reestabelecer o equilíbrio mental. Em alternativa, a escrita de cartas (podem não estar endereçadas a ninguém em particular) também te pode ajudar a avaliar uma situação particularmente difícil de um novo ponto de vista.

Além disso, escrever sobre nós mesmos, permite-nos, muitas vezes, recordar quem somos e força-nos, também, a conectar com o nosso propósito de vida e perceber se aquilo que um dia ambicionámos ainda faz sentido e se encaixa com os nossos objectivos actuais.

 

P√Ķe o teu corpo a mexer

 

Todos sabemos que o exerc√≠cio f√≠sico faz bem √† sa√ļde, mas muitos ainda ignoram o impacto positivo e transformador que a actividade f√≠sica tem na sa√ļde mental. Uma simples caminhada ao ar livre, pode trazer in√ļmeros benef√≠cios.

A ciência comprova que caminhar na natureza, ou estar em contacto directo com espaços verdes por, pelo menos, 15 minutos, ajuda a que os nossos níveis de cortisol (a hormona responsável pelo stress) diminuam.

 

Encontra algo que te traga alegria

 

Se te sentes perdido e sem direcção, pensa em algo pequeno e simples que possa proporcionar um momento de alegria no teu quotidiano. Compra um vaso de flores, coloca o velho gira-discos a funcionar, ou experimenta voltar a cozinhar aquele bolo de que tanto gostas.

A situa√ß√£o de distanciamento social que a pandemia imp√īs pode-te levar a pensar que n√£o h√° nada que possas fazer para voltar a ser feliz, mas isso n√£o √© verdade. Ainda que, por quest√Ķes de sa√ļde p√ļblica, muito do que eram formas de entretenimento e escape √† az√°fama do dia-a-dia nos estejam agora negadas, h√° sempre pequenas ac√ß√Ķes que podem trazer a nossa alegria de volta.

 

Em conclusão…

 

Se te sentes perdido, lembra-te que tudo pode melhorar quando agradeces por aquilo que já tens e constróis algo novo pelo qual esperar no futuro. Se achas que precisas de aconselhamento especializado, proponho que explores as terapias que oferecemos aqui n’ A Essência do Ser.

No Comments

Post A Comment